"Com todo o cuidado guarda teu coração, pois dele procede a vida" (Pv. 4, 23)

31 de out de 2012

Ah.... Drummond.... ♥ ♥ ♥ 110 anos...



Verbo Ser

Que vai ser quando crescer?
Vivem perguntando em redor. Que é ser?
É ter um corpo, um jeito, um nome?
Tenho os três. E sou?
Tenho de mudar quando crescer? Usar outro nome, corpo e jeito?
Ou a gente só principia a ser quando cresce?
É terrível, ser? Dói? É bom? É triste?
Ser; pronunciado tão depressa, e cabe tantas coisas?
Repito: Ser, Ser, Ser. Er. R.
Que vou ser quando crescer?
Sou obrigado a? Posso escolher?
Não dá para entender. Não vou ser.
Vou crescer assim mesmo.
Sem ser Esquecer.

( Carlos Drummond de Andrade ) 
Imagem: Imagens Google
http://pt.wikipedia.org/wiki/Carlos_Drummond_de_Andrade

25 de out de 2012

Aninha e suas pedras (por Cora Coralina)





Não te deixes destruir…
Ajuntando novas pedras
e construindo novos poemas.


Recria tua vida, sempre, sempre.
Remove pedras e planta roseiras e faz doces. Recomeça.
Faz de tua vida mesquinha
um poema.

E viverás no coração dos jovens


e na memória das gerações que hão de vir.
Esta fonte é para uso de todos os sedentos.

Toma a tua parte.
Vem a estas páginas
e não entraves seu uso
aos que têm sede.

Cora Coralina
Foto: Aninha e suas pedras

Não te deixes destruir…
Ajuntando novas pedras
e construindo novos poemas.

Recria tua vida, sempre, sempre.
Remove pedras e planta roseiras e faz doces. Recomeça.
Faz de tua vida mesquinha
um poema.

E viverás no coração dos jovens
e na memória das gerações que hão de vir.
Esta fonte é para uso de todos os sedentos.

Toma a tua parte.
Vem a estas páginas
e não entraves seu uso
aos que têm sede.

Cora Coralina 
Imagem: Imagens Google
http://pensador.uol.com.br/poemas_de_cora_coralina
http://www.jornaldepoesia.jor.br/cora.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Cora_coralina

4 de out de 2012

Transparente

Esquecido na Multidão
Guilherme Sholz - 2012


"... O excesso de gente impede de se ver as pessoas."

Mário Quintana 
















Imagem (autor): Guilherme Scholz Portela